Sábado, 22 de setembro de 2018
87 98130-4191
Política

15/05/2018 ás 10h04

471

Garanhuns MINHA Cidade / Jhonathas William J.W

Garanhuns / PE

Ato em apoio a candidatura de Marília Arraes ao governo do estado mexe com a política pernambucana
Mais de 50 municípios do interior estão se mobilizando para levar lideranças e militantes políticos para a plenária do PT a favor da candidatura de Marília Arraes ao Governo de Pernambuco.
Ato em apoio a candidatura de Marília Arraes ao governo do estado mexe com a política pernambucana

Mais de 50 municípios do interior estão se mobilizando para levar lideranças e militantes políticos para a plenária do PT a favor da candidatura de Marília Arraes ao Governo de Pernambuco.


O ato acontecerá no Clube Internacional do Recife, domingo (20) a partir das 10h e está sendo considerado decisivo para consolidar de vez o nome da vereadora como a grande estrela do Partido dos Trabalhadores no momento.


A mobilização aqui na região é imensa, com confirmação de caravanas de Garanhuns, Brejão, Saloá, Caetés, Capoeiras, São Bento do Una, Paranatama, Correntes, Jupi, São João, Águas Belas, além de municípios do Agreste Setentrional, Zona da Mata e Sertão.


Apesar de aparecer forte nas pesquisas eleitorais e ter a base do partido ao seu lado, Marília vem enfrentando obstáculos para ser confirmada como candidata.


O ex-prefeito do Recife, João Paulo, chegou a sair do PT (onde militou toda sua vida) para se filiar ao PC do B, e tem tido seu nome cotado para ser vice de Paulo Câmara (PSB), candidato à reeleição.


Outra liderança petista, Humberto Costa, tem feito de tudo para atrapalhar a vida de Marília e defende a aliança com o governador a quem em 2016 chamava de incompetente e golpista.


Até mesmo a plenária do PT, no próximo domingo,  foi dificultada por questões burocráticas e ideológicas.


É que o coronel Josué Limeira, presidente do Clube dos Oficiais, na capital pernambucano, celebrou contrato para que o ato político fosse realizado naquele local e depois voltou atrás, quebrando a palavra.


A desculpa do militar em quebrar o contrato, mesmo o partido já tendo pago uma parte do aluguel do espaço, é que o evento serviria para manifestações pela liberdade do ex-presidente Lula e isso “mancharia a imagem da instituição”.


A atitude do coronel fez com que a vereadora Marília Arraes, o Partido dos Trabalhadores e a deputada Tereza Leitão se manifestassem criticamente com relação ao militar,  por não honrar o contrato. Segundo eles, o que manchou a imagem do Clube dos Oficiais foi a postura do coronel, que voltou atrás para atender a pressões e engrossar o clima de intolerância que vive o Brasil.


O episódio parece ter servido para acirrar mais ainda a militância petista e os simpatizantes de Marília, que agora se mobilizam com muito mais força para lotar os salões do Internacional, no domingo.


SILVIO COSTA  - Deputado federal pelo Avante, o pernambucano Silvio Costa tem sido um defensor da candidatura de Marília Arraes, apesar de suas ligações com o senador Armando Monteiro.


Nesta última segunda-feira, em entrevista no Jornal do Commercio, Silvio bateu pesado no governador Paulo Câmara e usou da ironia, uma de suas marcas, nas declarações feitas ao veículo impresso.


Para Silvio Costa, o governador devia ser enquadrado na Lei Maria da Penha por gostar de dar golpes nas mulheres. “Primeiro ele golpeou a presidente Dilma e agora quer golpear Marília Arraes”, disse o parlamentar.


FONTE: BLOG ROBERTO ALMEIDA

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade

Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade

Blog/coluna Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium