Segunda, 17 de dezembro de 2018
87 98130-4191
Brasil

25/05/2018 ás 19h45

672

Garanhuns MINHA Cidade / Jhonathas William J.W

Garanhuns / PE

Comércio afetado, falta de combustível e gás de cozinha, aulas suspensas, escassez de ônibus urbanos, lixo nas ruas; CONFIRA OS PRINCIPAIS IMPACTOS QUE A GREVE DOS CAMINHONEIROS CAUSOU NA ROTINA DOS MORADORES DE GARANHUNS
Confira na matéria:
Comércio afetado, falta de combustível e gás de cozinha, aulas suspensas, escassez de ônibus urbanos, lixo nas ruas; CONFIRA OS PRINCIPAIS IMPACTOS QUE A GREVE DOS CAMINHONEIROS CAUSOU NA ROTINA DOS MORADORES DE GARANHUNS

A sexta-feira, 25 de maio, marca o quinto dia da greve dos caminhoneiros que bloqueiam diversos trechos de rodovias país afora. Um acordo anunciado no final da noite de ontem pelo Governo Federal dava a entender que o movimento terminaria hoje, mas não foi o que se viu. Os bloqueios continuam seguidos de protestos em pelo menos 24 estados incluindo Pernambuco. Em Garanhuns ocorre um dos maiores bloqueios do estado, na  BR-423 Km 97 onde desde a última terça dezenas de caminhoneiros resistem ao frio, chuva e fome para levar a frente o protesto. 


A população da cidade tem ajudado os grevistas doando água e comida, mas as condições do acampamento não são das mais confortáveis. Mesmo com os transtornos que o movimento vem causando, é interessante notar que a maioria da população de Garanhuns, inclusive o prefeito Izaías Régis, estão solidários com a causa dos caminhoneiros e dando total apoio à mobilização. Na manhã de hoje, 25 de maio, o presidente Michel Temer anunciou que usará as Forças Armadas para desobstruir as rodovias ocupadas.


IMPACTOS DA GREVE EM GARANHUNS


A população de Garanhuns, como a das demais cidades de Pernambuco, sente cada vez mais os efeitos da paralisação que parou o país. Escolas estão sem aulas, a frota da prefeitura de Garanhuns só roda em casos emergenciais, o transporte urbano no município foi drasticamente reduzido e pode entrar em colapso total a partir de segunda. O gerente da São Cristóvão afirmou que os veículos das linhas da empresa só rodarão até as 19h30min durante esse final de semana.


COMÉRCIO COMEÇA A SER AFETADO


O comércio de Garanhuns já sente as consequências da falta de mercadorias. Segundo Geraldo da Ótica, presidente do CDL, ainda não há dados oficiais que possam dimensionar o impacto sofrido pelas lojas e demais estabelecimentos, mas ele revelou que alguns segmentos estão registrando falta de mercadoria. Em contrapartida, o movimento caiu bastante devido a redução dos ônibus urbanos e a impossibilidade de alguns transportes alternativos chegarem a Garanhuns, já que há uma severa crise de falta de combustível.


GÁS DE COZINHA DESAPARECEU DOS DEPÓSITOS


Outro problema que começa a preocupar a dona de casa e donos de restaurantes é a falta de gás de cozinha nos depósitos. Segundo um comerciante, 80% dos pontos de vendas já não têm mais botijões. Donos de restaurantes no centro da cidade reclamam da queda no movimento pela pouca quantidade de pessoas, sobretudo as de municípios vizinhos circulando em Garanhuns, que provavelmente deixam de vir por falta de transporte.


GRANJAS


Outro setor afetado, segundo reportagem do AB TV,  é o de granjas. Os proprietários já começam a sofrer com a falta de ração, pela impossibilidade das cargas chegarem a Garanhuns. Já outros estão encontrando sérias dificuldades para escoar a produção.  


FEIRAS LIVRES OCORREM NORMALMENTE EM GARANHUNS NESTE FIM DE SEMANA


No setor de alimentação, sobretudo no segmento de hortifrutigranjeiros, em Garanhuns a situação também começa a preocupar. O Governo Municipal informou que mesmo diante dos últimos acontecimentos no país, as feiras livres do final de semana seguem normalmente. As feiras da Boa Vista e Ceaga serão realizadas no sábado (26) e da Cohab I no domingo (27), ambas nos seus horários habituais. Mas em uma visita a Ceaga nesta quinta feira, o V&C, viu de perto o desafio que os comerciantes estão fazendo para fazer as frutas e verduras chegarem a Garanhuns. Em conversa com nossa reportagem, Cícero Geraldo, que negocia com bananas, falou que passou por vários pontos de protesto de Petrolina até aqui. "Tive sorte que os grevistas perceberam que minha carga  era altamente perecível e me liberaram", frisou.  Outro caminhoneiro com uma carga de abacaxi também enfrentou dificuldades para chegar a Garanhuns.  Segundo informações, 40% dos caminhões que deveriam ter chegado a Ceaga nesta quinta-feira não conseguiram desembarcar no seu destino final. 


COLETA DE LIXO FOI AFETADA


 Já nesta quinta-feira (24)  a coleta passou a funcionar com 50% da frota. A partir desta sexta-feira (25) a coleta de lixo será realizada apenas no Centro e nos principais corredores da cidade. A orientação da Secretaria é que os cidadãos das demais localidades, não coloquem o lixo nas ruas até serem avisados de que o serviço voltou ao normal.


SITUAÇÃO NO DOM MOURA


No Hospital Regional Dom Moura, a diretora médica Sônia Cardoso, em entrevista ao V&C, tratou de tranquilizar a população de Garanhuns e mais de 20 municípios que dependem do atendimento do maior centro médico do Agreste Meridional. Segundo ela, houve uma restrição no atendimento da área do setor verde, que se refere ao atendimento de baixa complexidade, onde o PSF pode resolver. O hospital também está com uma pequena pendência na área cirúrgica por conta da falta de um médico, mas não é nada muito preocupante já que existe outro cirurgião de plantão.


INSUMOS


Uma preocupação da direção do Dom Moura é com relação aos insumos, que são os materiais cirúrgicos, medicamentos, seringas, entre outros, necessário para a vida vegetativa do hospital.Segundo Sônia, o estoque está garantido até domingo. "Depois de domingo vamos montar uma operação logística para receber esse material. Não vamos deixar faltar, se for o caso realocaremos de outras unidades", disse a profissional  


ESCALA


Quanto a locomoção dos servidores até hospital, o Dom Moura montou uma escala de acordo com a localidade onde o profissional reside. Por exemplo, se um médico mora em Alagoas, a prioridade para entrar antes na escala será de outro que more mais perto e tenha mais facilidade pra chegar ao Regional. A escala está sendo realizada de acordo com a rota dos profissionais para evitar possíveis faltas.


DIMINUIÇÃO NO ATENDIMENTO


Houve uma pequena diminuição no número de atendimentos na emergência, provavelmente por falta de condições de locomoção da população pela falta de combustível. 


AMBULÂNCIAS ESTÃO ABASTECIDAS


Segundo informações, as ambulâncias não ficarão sem combustível. "Nós dispomos de três ambulâncias e estas estão funcionando normalmente," frisou Sônia Cazuza.

FONTE: V&C Garanhuns

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade

Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade

Blog/coluna Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium