Sexta, 20 de julho de 2018
87 98130-4191
Cultura

06/07/2018 ás 14h06 - atualizada em 06/07/2018 ás 14h10

411

Garanhuns MINHA Cidade / Jhonathas William J.W

Garanhuns / PE

Daniela Mercury vem pro FIG 2018
Baiana encerra a noite do sábado (21), no Palco Mestre Dominguinhos
Daniela Mercury vem pro FIG 2018

Uma das artistas brasileiras mais premiadas em todo o mundo, a baiana Daniela Mercury volta ao Festival de Inverno de Garanhuns para encerrar a noite do sábado (21), no Palco Mestre Dominguinhos.


Com mais de trinta anos de carreira e vinte milhões de discos vendidos em todo o mundo, a cantora e compositora ainda faz questão de participar de todos os arranjos de suas gravações, pesquisar timbres e valorizar o conceito de cada trabalho com suas referências de cultura brasileira e da influência afro, que é sua raiz. O show em Garanhuns vai arrastar o público em um passeio pela diversidade de ritmos e sonoridades abraçada pela artista ao longo de sua trajetória.


O 28º Festival de Inverno de Garanhuns – Um Viva à Liberdade é uma realização do Governo de Pernambuco (Secult e Fundarpe) e vai oferecer, de 19 a 28 de julho, mais de 500 atrações gratuitas em 21 polos de todas as linguagens artísticas. 


UM “TRI ELETRO”


O último trabalho de Daniela Mercury foi lançado em outubro de 2017 e se chama TRI ELETRO, com 3 canções inéditas: SAMBA PRESIDENTE, uma composição de Daniela e o primeiro pagode da carreira dela, com a participação de Marcio Victor. ELETRO BEN DODÔ, uma canção que enaltece nosso carnaval, nossa alegria e os criadores do trio elétrico. A Terceira canção é a música de trabalho de Daniela e se chama BANZEIRO.


RAINHA DO AXÉ


Daniela Mercury explodiu no Brasil e no mundo no início dos anos 90. O sucesso nacional e internacional da carreira de Daniela Mercury foi o que solidificou o axé como gênero musical no Brasil e no mundo, fazendo com que ela recebesse o título de Rainha do Axé.


Na década de 80, quando Daniela começou a mostrar sua cara como cantora, bailarina, coreográfa, diretora de seus shows, compositora, criadora do conceito de sua obra e empresária da sua própria carreira. Em 1989, Daniela criou o grupo Companhia Clic, formado por ela e mais cinco músicos, experimentando novas ideias e anunciando novos caminhos para a música da Bahia.  Daniela abriu um clarão na música popular brasileira, e com seu talento e inédito sucesso popular, fincou bandeiras do gênero no Brasil. Embaixadora do UNICEF desde 1995, Daniela luta em todo o mundo pelo bem estar das crianças e é reconhecida pelo importante trabalho que faz, tendo sido, inclusive, convidada, em 2014, para cantar na sede da ONU em Nova York no evento que pediu PAZ no planeta: o IMAGINE. Daniela é também Embaixadora da ONU na Campanha Mundial Livres e Iguais (Free and Equal), que luta pela igualdade e pelos direitos humanos na causa LGBT.


Formada pela Royal Academy of Ballet de Londres, Daniela é também bailarina, compositora, diretora de arte, produtora, apresentadora e atriz. No currículo, traz os prêmios mais prestigiosos como o Grammy Latino, 6 prêmios TIM de Música, 3 prêmios Multishow, 2 prêmios VMB de melhor videoclipe e fotografia, além de centenas de outros prêmios. A internacionalização do seu trabalho começou com um sucesso estrondoso na Argentina que se estendeu pelo Uruguai , Chile e Paraguai, e repercutiu em toda a América do Sul, América Central e Caribe.


Ainda na década de 90, ganhou os Estados Unidos, onde vem se apresentando em festivais, teatros e conceituados centros de arte norte-americanos como o Lincoln Center, Kennedy Center, Hollywood Bowl, Greek Theater, Central Park e Brooklyn Academy, além de muitos outros. Na Europa, Daniela começou seu enorme sucesso em 1993, no festival de Montreux e logo vieram a França, Itália, Portugal, Espanha, Alemanha, Inglaterra… Se consagrou na crítica e ganhou uma popularidade jamais conseguida pelas gerações anteriores da MPB.Cantou ao lado de Paul McCartney no Prêmio Nobel da Paz, em Oslo, na Noruega. Também foi a única brasileira a participar da gravação do DVD que comemorou o aniversário do Cirque Du Soleil e também do Festival de Montreal.


Em 2015, comemorou 20 anos de carreira internacional. Daniela é, até hoje, a artista que mais vendeu discos na história de Portugal, da Argentina e do Uruguai. É também a artista brasileira mais conhecida no exterior depois de Tom Jobim e Carmem Miranda. Daniela foi capa dos jornais e revistas mais importantes do mundo. Foi a única mulher brasileira convidada para fazer parte do programa Women Leaders da rede de tv norte-americana CNN, que a chamou de “Madonna Brasileira”, em referência à Rainha do POP. A nossa Rainha recebeu críticas internacionais que asseguraram de vez o título e o reconhecimento dela como artista de legado mundial. O New York Times disse: “Daniela Mercury ultrapassa os conceitos que foram exaltados durante sua carreira (…), com um pop contemporâneo, abraçando a pluralidade étnica e cultural do Brasil (particularmente a cultura afro-brasileira, embora Daniela Mercury seja branca), lembrando o passado e transformando-o.” Já o Los Angeles Times publicou: “Ela é a combinação da sensualidade provocativa de Madonna, das pernas e energia de Tina Turner e da elegância de Catherine Zeta-Jones”. São mais de 20 milhões de discos vendidos em todo mundo, 20 álbuns, sendo 3 com grupos e 17 como artista solo, e 6 dvds.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade

Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade

Blog/coluna Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium