Terça, 23 de outubro de 2018
87 98130-4191
Cidades

28/09/2018 ás 16h57 - atualizada em 28/09/2018 ás 17h16

230

Garanhuns MINHA Cidade / Jhonathas William J.W

Garanhuns / PE

Cidade de Custódia será abastecida com água do rio São Francisco
A obra tem prazo para conclusão em 12 meses, a partir da assinatura da ordem de serviço
Cidade de Custódia será abastecida com água do rio São Francisco

As águas da transposição do rio Francisco também alimentarão a cidade de Custódia, no Sertão de Pernambuco. O novo Sistema Adutor será construído pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que realizou nesta semana a disputa de preços para saber qual empresa vai realizar a obra. Segundo o presidente da estatal, Roberto Tavares, a expectativa é que o contrato seja assinado com a vencedora do certame no começo do mês de outubro. 


A obra de ampliação do Sistema de Abastecimento de Água de Custódia foi um dos nove projetos selecionados pelo governador Paulo Câmara (PSB). O investimento será custeado com empréstimo do Estado junto ao FGTS. A obra tem prazo para conclusão em 12 meses, a partir da assinatura da ordem de serviço. 


A obra consiste na construção de uma estação elevatória (sistema de bombeamento), no distrito de rio da Barra, em Sertânia, e de uma adutora de 23 quilômetros de extensão, às margens da BR-232, que transportará água do Rio São Francisco para a cidade de Custódia. Também será construída uma nova estação de tratamento de água, específica para o atendimento a Custódia. 


"A unidade terá a capacidade para tratar 85 litros de água por segundo, vazão suficiente para suprir às necessidades da população do município. Para garantir os investimentos necessários para viabilizar a obra, o presidente da Compesa, Roberto Tavares, lembra do esforço do corpo técnico da companhia em elaborar projetos com antecedência. 


O município de Custódia é atendido atualmente pelo manancial de Marrecas, que tem a capacidade armazenar 21 milhões de metros cúbicos de água, mas se encontra em pré-colapso. "Com o novo Sistema Adutor de Custódia, a cidade não ficará mais dependendo exclusivamente das chuvas. Independente dos ciclos de seca, teremos água do Rio São Francisco", argumentou Roberto Tavares, pontuando que o projeto é uma antiga reivindicação das lideranças e moradores do município.


 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade

Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade

Blog/coluna Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium