Anuncio 2
ARTIGO

ARTIGO: Precisamos reconstruir a ponte entre a política e a juventude

Leia o artigo escrito pelo estudante garanhuense e ativista político, Gustavo Henrique.

Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade

Blog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA CidadeBlog Oficial da Fan Page Garanhuns MINHA Cidade

27/12/2018 22h49Atualizado há 6 meses
Por: Jonathas William J.W - Garanhuns MINHA Cidade

É fato que nós jovens temos muito pouco o que comemorar, o que vemos atualmente é: corrupção, demagogia política, desemprego, violência e a falta de políticas sociais.

A inclusão da juventude nos debates políticos é um dos maiores desafios da democracia em todo o mundo. No Brasil, essa questão ganhou destaques especiais com as manifestações de junho de 2013, quando milhares de pessoas, na maioria jovens, foram às ruas numa 'explosão social' que há muito não se via. 

O desinteresse dos jovens sobre a política é notável. A corrupção, que se comporta de maneira endêmica,  se mantém constante ao longo do tempo, de maneira quase que natural, é uma das principais razões que causam uma descrença no jovem sobre a situação politica. Além disso, falta de incentivos, principalmente nas escolas, também é uma razão para a falta de interesse da juventude, não ajudando no senso crítico e no seu modo de votar e fiscalizar seus eleitos.

A ampliação da presença da juventude nas instâncias de decisão política encontra desafios em ambas as partes. Se por um lado é necessário que haja uma modificação nas estruturas das instituições para que elas se tornem mais abertas para ouvir os anseios da juventude, por outro é igualmente fundamental fazer a juventude se interessar pela política e criar uma cultura de participação.

Precismos reacender a chama da esperança que fazia com que os jovens sonhassem em ingressar na política, precisamos recuperar a representatividade mas com responsabilidade e respeito; defendendo uma sociedade que respeite todas as diversidades e que abra espaço para a construção autoral da juventude.

Ao lado desta participação, também defendo que é necessário que o poder público valorize a participação dos jovens na construção de seu futuro, os ajudando a lidar com problemas específicos em áreas como a educação, a saúde, o meio ambiente, o emprego e o lazer, inserindo-os em todas as etapas do processo de tomada de decisões sobre o futuro.

Se fizermos uma pequena viajem ao passado, nos lembraremos que as principais mudanças e conquistas importantes para o país contou com a participação efetiva da juventude. A campanha ''O petróleo é nosso'', a resistência contra a ditadura militar, a campanha pelas Diretas-Já, o movimento caras pintadas e recentemente as grandes manifestações de 2013.

Portanto, fica claro que a participação da juventude na política precisa ser incentivada. É necessário que o poder público dinamize os debates públicos, criando  eventos com os cidadãos para os mesmos mostrarem suas opiniões e incentivando cada vez mais a juventude estar presente nas  instâncias de decisão política.

Em uma grande jornada em busca de princípios, valores e ideais, o importante sempre será o primeiro passo. Mudar a política é trabalho de qualquer um! 

Ao indicar o nome da vereadora Betânia para disputar a prefeitura, Gustavo Henrique criticou parte da oposição que só se importou em

Artigo escrito pelo estudante garanhuense e ativista político, Gustavo Henrique.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Garanhuns - PE
Atualizado às 18h21
20°
Muitas nuvens Máxima: 27° - Mínima: 15°
20°

Sensação

17.5 km/h

Vento

88.2%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anuncio ao lado de mais lidas
Banner sessão 1 Tyoflan (esportes)
Municípios
GastroMED
Últimas notícias
Crianças
Mais lidas
Anúncio