Segunda, 24 de abril de 201724/4/2017
** *****-****
Trovoadas
10º
11º
13º
Ashburn - VA
dólar R$ 3,13
euro R$ 3,40
RÁDIO GN
POLÍTICA
POLÍTICA DE INTERIOR: Prefeito de Garanhuns x Governador de Pernambuco
Confira na matéria:
Eu Amo Garanhuns Garanhuns - PE
Postada em 07/04/2017 ás 12h33 - atualizada em 07/04/2017 ás 17h17
POLÍTICA DE INTERIOR: Prefeito de Garanhuns x Governador de Pernambuco

Garanhuns viveu um dia agitado ontem (06), com a visita do governador do estado Paulo Câmara, algo que há muito tempo não se via na política local, as farpas, indiretas e polemicas foram mútuas entre o prefeito Izaías Régis (PTB), e o governador Paulo Câmara (PSB). Sem falar dos simpatizantes e correligionários de ambos, que nas redes sociais se dividiam entre acusações e defesas de seus “padrinhos” políticos.


Para os defensores do prefeito Izaías Régis, ele agiu certo, em não recepcionar o governador do estado Paulo Câmara, em visita oficial a Cidade das Flores. Câmara venho a Garanhuns inaugurar as obras de ampliação do prédio da UPE (Universidade de Pernambuco), sistema de esgotamento sanitário e lançar ordem de serviço da Escola Técnica Estadual da cidade. As razões de Régis aparentemente são meramente partidárias, uma vez que ele é fiel cabo eleitoral e aliado histórico do senador Armando Monteiro Neto (PTB), pré-candidato ao governo de Pernambuco, e derrotado no pleito passado por Paulo Câmara.


Já para os aliados e defensores do governador Paulo Câmara, a atitude de Régis, foi desrespeitosa, primeiro com os moradores de Garanhuns, e deselegante para com o governador do estado, um vez que a sua vinda à Garanhuns não se tratava de um ato eleitoral, e sim um ator de governo, para anunciar ações e investimentos na cidade, para estes, caberia ao prefeito de Garanhuns agir de forma diplomática, institucional e litúrgica ao cargo que ocupa.


Em comunicado enviado ao Blog do Magno Martins, o Deputado Federal Danilo Cabral (PSB) saiu em defesa de Paulo Câmara e considerou a atitude do Prefeito de Garanhuns pequena e deselegante. “Não receber o Governador é um gesto pequeno do prefeito Izaías Regis. Mostra seu verdadeiro tamanho.


É um ato de deselegância com o governador e de desrespeito ao povo de Garanhuns, que elegeu ele prefeito e, nesta condição, tem o dever de preservar as relações institucionais entre o município e o governo.


Lamentavelmente, ele ainda não desceu do palanque eleitoral. Os interesses do povo de Garanhuns devem sempre estar acima dessa política pequena. Sempre entendemos desta forma. Tanto é que, mesmo ele sendo prefeito da oposição, ele recebeu recursos do governo Paulo Câmara. As obras do FEM, que ele sempre escondeu, é um exemplo disso.”


Porém para os críticos independentes, tanto Régis quando Câmaras não estão merecendo recepção diplomática da população. No caso do governador, o desgaste político causado por sua inabilidade e abaixa popularidade, somados a crescente onda de violência que vive o estado de Pernambuco, em particular a cidade Garanhuns, a ameaça de colapso no abastecimento de água da cidade, o racionamento exacerbado imposto pela Compesa, às queixas constantes dos usuários do Hospital Regional Dom Moura com o descaso daquela unidade de saúde, são os motivos da sua presença não ser bem-vinda na cidade das Sete Colinas.


No caso do prefeito, as criticas se referem as suas atitudes que por vezes transparecer arrogância e prepotência. As queixas também são direcionadas a sua gestão, com muitas obras de infraestrutura paradas e atrasadas, a saúde é outra queixa importante da população, uma vez que até o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência SAMU, está temporariamente fechado para atendimento à população, sem falar da falta de medicamentos na farmácia do município e a falta de médicos nos postos de saúde da cidade.


Por: Jhonathas W. Oliveira


           


FONTE:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
1.046