Terça, 22 de agosto de 201722/8/2017
** *****-****
Chuva
16º
18º
20º
Garanhuns - PE
dólar R$ 3,16
euro R$ 3,72
Banner topo
EuAmoGaranhuns
EuAmoGaranhuns

Blog oficial da Fan page Eu Amo Garanhuns

CULTURA
Jr.Black mostra repertório autoral, neste sábado, no Palco Mestre Dominguinhos
Natural de Garanhuns, cantor e compositor volta à cidade para mostrar músicas do seu próximo disco, "Vende-se". Show no Festival de Inverno de Garanhuns (FIG 2017) será no palco Mestre Dominguinhos, sábado (29/07), às 21h.
Eu Amo Garanhuns /Jhonathas W. Oliveira Garanhuns - PE
Postada em 28/07/2017 ás 18h37
Jr.Black mostra repertório autoral, neste sábado, no Palco Mestre Dominguinhos

Jr. Black tem uma forte e bem-humorada veia de cronista urbano. Cantor de versos afiados e voz potente, com timbre inconfundível, imprime seu estilo em qualquer música que interprete, seja samba, soul, funk ou trip hop. Fã da música negra e do samba, o cantor e compositor Jr. Black, 40 anos, é de Garanhuns, no agreste pernambucano. Começou a carreira, em 2001, como vocalista da banda recifense Negroove, onde permaneceu até 2007. Possui parcerias artísticas com China, Mombojó, DJ Dolores, Bande Dessinée, entre outros. 


Enquanto seu primeiro álbum solo, “RGB” (Joinha Records, 2011), que apresentou no Palco Pop do FIF naquele ano, revelou uma paquera com o Miami Bass, mais cerebral, o artista vive um momento de reconciliação com suas origens musicais. Atualmente, está à frente da banda Purassal, que interpreta músicas de Stevie Wonder. 


O projeto de segundo disco solo, “Vende-se”, conta com a produção de Juliano Holanda e Yuri Queiroga, e será um álbum confessional, feito de narrativas urbanas, com letras calcadas em paisagens quase cinematográficas que falam “das glórias, epifanias e tragédias de um artista em uma cidade num eterno processo de destruição e reconstrução, guiado por ideais ultrapassados de “progresso” e por relações promíscuas entre o público e o privado - onde tudo parece estar à venda” - que vão de certa forma moldando às experiências de seus habitantes. 


Essa discussão, tão forte no Recife e em diversas outras cidades do país, perpassa o projeto, não de forma direta, mas enquanto pano de fundo para as transformações do próprio artista. "Eu entendo a arte como ato político. O meu desejo é somar, engrossar esse cordão dos artistas independentes do Brasil, falar sobre aquilo que


ninguém quer falar, fazer as pessoas dançarem e refletirem", afirma Black. 


Biografia


1."Índio." 2."Isto não é um teste de som." 3."Como estou dirigindo? Pergunte-me como." 4."Não permito comentários em caixa alta no meu mural. Na repetência o remédio é exclusão do meu perfil."

Jr. Black é um artista brasileiro nascido na cidade de Garanhuns, agreste pernambucano, em 22 de janeiro de 1976.

Morou seus primeiros três anos em Salvador e depois mudou-se para o Recife, onde estudou e formou-se em Direito na Unicap, em 1999, mas sua paixão pela música, que o acompanha desde criança, o fez seguir por esta profissão.

Fundou a banda Negroove em 2001, agitando as noites recifenses com samba, funk e soul. Lançou um EP (‘Nêgo Bom’ – 2004) e um CD (‘Eles não Usam Enê’ – 2006), e com este grupo, saiu em turnê nacional, indo até o Chile em 2006.

Demonstrando versatilidade, junta-se posteriormente à Mesa de Samba Autoral (militância sambista de Pernambuco), apresenta programas locais de televisão (Estereoclipe e Sopa de Auditório, TVU canal 11) e rádio (programa ‘Barracão 106’ - 106 FM, Olinda, programa ‘Trilha Sonora’, Rádio Universitária FM 99.9 e programa ‘Horário Nobre’, Folha FM 96.7, ambos em Recife), e empresta a voz para a premiadíssima animação digital ‘O Jumento Santo e a Cidade que se Acabou Antes de Começar’.

Em 2007 inicia seus passos no campo publicitário como locutor, ator e cantor. Passa a integrar a banda olindense A Roda, gerando o CD ‘La Estructura’, anos mais tarde. A convite do amigo e cineasta Daniel Bandeira, estréia no cinema, atuando ao lado de Irandhir Santos no longa-metragem ‘Amigos de Risco’ (Símio Filmes – 2007).


Em 2008, parte em carreira solo e inicia os trabalhos de produção do seu disco junto ao Sungatrio (China, Chiquinho e Homero Basílio). É convidado a trabalhar com o DJ Dolores, e com ele viaja ao Velho Mundo, apresentando-se na França, Bélgica, Suíça e Espanha, voltando para uma turnê nacional fechada com uma apresentação no último ano de existência do prestigiado TIM Festival no Rio de Janeiro.

Lança RGB no início de 2010, seu primeiro disco solo, cujo videoclipe da música ‘Sha-Layam!’ foi vencedor na sua categoria durante o 13º Festival de Vídeo de Pernambuco em 2011. 

Atualmente, Jr. Black inicia os trabalhos de pré-produção e busca de financiamento para seu segundo disco solo, segue cantando para o DJ Dolores, integrando o Baião Polinário (projeto-tributo a Humberto Teixeira/Luiz Gonzaga) e empreendendo cada vez mais seu lado multifacetado enquanto pessoa física nascida para o entretenimento e a comunicação.

Discografia:

2004 – EP ‘Nêgo Bom’ – Negroove.

2006 – CD ‘Eles não Usam Enê’ – Negroove.

2010 – CD ‘La Estructura’ – A Roda.

2011 – CD ‘RGB’ – Jr. Black.

*Participações como intérprete ou compositor:

2007 – CD ‘O Amor Acabou’ – Astronautas.

2007 – CD ‘Rabecado’ – Rabecado.

2007 – EP ‘Trio Pouca Chinfra e a Cozinha’ – Trio Pouca Chinfra e a Cozinha.

2008 – CD ‘Sem Regra’ – Chá de Zabumba.

2008 – CD ‘Tem Juízo Mas Não Usa’ – Lula Queiroga.

2008 – CD ‘Álbum Branco – Indie version’ – V.A. (cantou com a banda Granola).

2008 – CD ‘Dedo Indicador’ – Vinícius Enter.

2008 – DVD MTV Apresenta: Sintonizando Recife.

2009 – CD ‘Convite’ – Rui Ribeiro.

2009 – CD ‘O Pecado Mora ao Lado’ – Tanga de Sereia.

2009 – EP ‘Catarina Dee Jah’ – Catarina Dee Jah.

2009 – CD ‘Pare e Siga’ – Profiterolis.

2009 – CD ‘Dois Cordões’ – Alessandra Leão.

2010 – CD ‘Amigo do Tempo’ – Mombojó.

2010 – CD ‘Pouca Chinfra’ – Pouca Chinfra.

2010 – CD ‘A Vista’ – Mônica Feijó.

2010 – DVD ‘Fazendo a Revolução’ – Fim de Feira.

2011 – CD ‘Muzak – Música de Estúdio’ – V.A. (cantou com o DJ Dolores).

2011 – CD ‘Camucais’ – Patricia Solis.

2011 – CD ‘Moto-Contínuo’ – China.

2011 – CD ‘Sinée Qua Non’ – Bande Dessinée.

2012 – CD ‘A Idade dos Metais’ – Os Sertões.

2012 – CD ‘O Rei do Coco Chegou’ – Zé de Teté.

2012 – CD ‘Verso – Verdade I’ – V.A. (tributo a Janduhy Finizola).

2012 – CD ‘De Todo Jeito a Gente Apanha’ – Fim de Feira.

2012 – CD ‘O Lado B do Gonzagão’ – V.A. (tributo a Luiz Gonzaga).

2012 - LP 'Canções que Vão Morrer no Ar' - A Banda mais Bonita da Cidade.

2012 – CD ‘O Passo do Colapso’ – Dado Villa-Lobos.

2013 – CD ‘A Arte de Ser invisível’ – Juliano Holanda.

2013 - CD 'Mulher Cromaqui' - Catarina

2013 - CD 'Foto do Mundo' - Ticuqueiros.

2013 - CD e LP 'Banda Sonora - Música para Filmes' - DJ Dolores.

2013 - CD 'RadianteSuingaBrutoAmor' - Gustavo da Lua.

*Inéditos: novos trabalhos das bandas Cabeza de Panda – RJ e Rua - PE.

Filmografia:

2006 – ‘O Jumento Santo e a Cidade que se Acabou Antes de Começar’ – animação digital, William Paiva e Núcleo de Animação da AESO – narrador/dublador.

2007 – ‘Amigos de Risco’ – longa-metragem, Daniel Bandeira, Símio Filmes - ator.

2008 – ‘KFZ-1348’ – curta-metragem, Marcelo Pedroso e Gabriel Mascaro, Símio Filmes - locutor.

2009 – ‘Pacific’ – curta-metragem, Marcelo Pedroso, Símio Filmes - locutor.

2009 – ‘Recife Frio’ – curta-metragem, Kléber Mendonça Filho, Cinemoscópio - ator.

2010 – ‘Mens Sana in Corpore Sano’- curta-metragem, Juliano Dornelles, Símio Filmes - ator.

2011 – ‘Di Melo, o Imorrível’ – curta-metragem, Allan Oliveira - entrevistado.

2011 – ‘O Homem Planta’ – animação digital, Pedro Severien, William Paiva e Núcleo de Animação da AESO - dublador.

2011 – ‘Os Últimos Cangaceiros’ – longa-metragem, Wolney Oliveira, Bucanero Filmes - cantor.

2012 – ‘Canção para minha Irmã’ – curta-metragem, Pedro Severien, Orquestra Cinema - ator.

2012 – ‘Paraísos Artificiais’ – longa-metragem, Marcos Prado, Zazen Produções - ator.

2012 – ‘A Vida Plural de Layka’ – curta-metragem, Neco Tabosa - ator.

2012 – ‘O Som ao Redor’ – longa-metragem, Kléber Mendonça Filho, Cinemascópio - ator.

2012 – ‘Boa Sorte, meu Amor’ – longa-metragem, Daniel Aragão, Símio Filmes - ator.

2012 – ‘A Vida Noturna das Igrejas de Olinda’ – curta-metragem, Mariana Lacerda - locutor.

2013 - 'Tatuagem' - longa-metragem, REC Produtores Associados - ator e cantor.

*Inéditos: ‘Salú e o Cavalo Marinho’ – animação digital, Cecília da Fonte, narrador / ‘O Dirigível dos Sonhos’ – curta-metragem, Tuca Siqueira, entrevistado.


 RGB (2011) http://sonsdepernambuco.com.br/artistas/jr-black


Por Aline Feitosa

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
203
Eu Amo Garanhuns /Jhonathas W. Oliveira
Eu Amo Garanhuns /Jhonathas W. Oliveira

Blog oficial da página Eu amo Garanhuns / Garanhuns minha Cidade

Garanhuns - PE
[email protected]
https://www.facebook.com/EuAmoGaranhuns/

Publicidade

AppFIG
Facebook

Publicidade

Banner sessão 1 Mano Imóveis (Shows)

Publicidade

Banner sessão 1 Tyoflan (esportes)

Publicidade

Enquete
Se as eleições presidenciais do Brasil fossem hoje, em quem você votaria?

Lula
230 votos - 59.4%

Marina Silva
73 votos - 18.9%

Aécio Neves
60 votos - 15.5%

Michel Temer
24 votos - 6.2%

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium