domingo, 17 de dezembro de 201717/12/2017
** *****-****
RÁDIO GN
CIDADES
''Estamos vivendo a magia do horror na ceaga'', diz ambulante revoltado
Confira na matéria:
Eu Amo Garanhuns /Jhonathas W. Oliveira Garanhuns - PE
Postada em 02/12/2017 ás 18h42 - atualizada em 02/12/2017 ás 18h59
''Estamos vivendo a magia do horror na ceaga'', diz ambulante revoltado

Um vendedor ambulante enviou para a redação do Programa Combate, um vídeo em que ele mostra a situação da Central de Distribuíção de Garanhuns (CEAGA), onde segundo ele, os feirantes estão vivenciando a MAGIA DO TERROR.


INFRAESTRUTURA - As instalações antigas da CEAGA estão totalmente precárias e sobre risco de acidentes, os dois galpões existentes não oferecem o mínimo de conforto e segurança aos feirantes e a quem ali comercializa. No inverno é um Deus nos acuda, a lama toma conta das ruas da CEAGA, pingueiras e vazamentos têm por todo lado, a cobertura da CEAGA mais parece uma peneira com tantos buracos no telhado. E em várias áreas a cobertura está sem telhado. Infiltrações e vazamentos podem ser vistos em quase todo o prédio, os banheiros em estado de total insalubridade.


INSEGURANÇA – O medo de quem comercializa ou compra na CEAGA é permanente, seja em qualquer horário do dia ou da noite, pois a ação de delinquentes e criminosos naquele local é constante, uma vez que a CEAGA não conta com uma guarita nem da Policia Militar e nem da Guarda Municipal. Não há se quer um guarda municipal patrulhando a área, a vigilância noturna fica por conta de um vigia contratado pela prefeitura e armado com uma faca peixeira e um cassetete. Essa ausência de segurança faz da CEAGA um local propício a toda sorte de atos delituosos e criminosos. Os feirantes e comerciantes da Central de Abastecimento de Garanhuns denunciam que é constante o uso de drogas ilícitas nas dependências da CEAGA por marginais que ali frequentam. Roubos, assaltos, arroubamentos e até trafico de drogas, faz parte do cotidiano desse importante centro comercial de Garanhuns.


MORADORES E TRANSEUNTES – Quem mora nas imediações da CEAGA convive com o medo constante, principalmente quando chega à noite, pois é aí que mora o perigo e aumenta a insegurança do local. São ruas e vias totalmente às escuras. Quem precisa transitar nas adjacências anda apavorado com tamanha escuridão e aspecto esquisito daquele local.


OBRA ATRASADA


A obra de reforma e ampliação da CEAGA está atrasada desde julho do ano passado, a obra começou em 2015, A obra estava prevista para ser entregue em junho de 2016, e custou até agora aos cofres públicos quase 6.000.000,00 (seis milhões de reais). Sem falar dos transtornos que o atraso dessa obra causa aos feirantes e comerciantes. Desde o inicio das obras de reforma que os feirantes e comerciantes reclamam do descaso da prefeitura com eles, pois muitos tiveram que muda de um ponto para outro mais de uma vez, indo de lá pra cá e de cá pra lá.


As instalações antigas da CEAGA estão totalmente precárias e sobre risco de acidentes, os dois galpões existentes não oferecem o mínimo de conforto e segurança aos feirantes e a quem ali comercializa. No inverno é um Deus nos acuda, a lama toma conta das ruas da CEAGA, pingueiras e vazamentos têm por todo lado, a cobertura da CEAGA mais parece uma peneira com tantos buracos no telhado. E em várias áreas a cobertura está sem telhado. Infiltrações e vazamentos podem ser vistos em quase todo o prédio, os banheiros em estado de total insalubridade. 


ASSISTA O VÍDEO:


O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
1.545
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium