Sábado, 21 de Maio de 2022
22°

Pancada de chuva

Garanhuns - PE

Geral Pará

Cooperação entre Emater e Prefeitura de Cametá assegura atendimento a 520 famílias de agricultores

A parceria vai fomentar, com assistência técnica e extensão rural, o manejo de açaizais nativos e as culturas de pimenta-do-reino e mandioca

28/01/2022 às 22h10
Por: Central Fonte: Secom Pará
Compartilhe:

O presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), Rosival Possidônio, e o prefeito de Cametá, Victor Cassiano, assinaram na quinta-feira (27), no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), um Termo de Cooperação Técnica, destinado a viabilizar ações que fortaleçam a prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural (ater) pública para 520 famílias de agricultores, de 34 comunidades do município da região do Baixo Tocantins.

“Essa cooperação técnica visa potencializar as nossas ações de assistência técnica e extensão rural, melhorando o atendimento ao nosso público-alvo. Também é nosso objetivo ampliar o número de famílias agricultoras deste município, sempre incentivando a produção sustentável”, informou Rosival Possidônio.

A parceria prevê a cessão de um engenheiro agrônomo e dois técnicos agropecuários, e ainda de um prédio para a equipe local do órgão. A equipe técnica atua em parceria com as secretarias municipais de Meio Ambiente (Sema) e de Agricultura (Semagri).

Em Cametá, o carro-chefe da produção familiar rural é o manejo de açaizais nativos, seguido das culturas de pimenta-do-reino e mandioca, com ênfase na produção de farinha.

Crédito rural- Na ocasião também foram assinados quatro projetos de crédito rural, por meio da linha Custeio do Programa Nacional de Fortalecimento à Agricultura Familiar (Pronaf), elaborados por técnicos da Emater e viabilizados pelo Banco do Brasil, para financiamento das cadeias de mandioca e pimenta-do-reino.

De acordo com o chefe do escritório local, o técnico em Agropecuária Antônio Correia, em dezembro de 2021 e janeiro deste ano foram elaborados 53 projetos de financiamento para incentivo das três principais cadeias da agricultura familiar, chegando a um montante de R$ 1.287.000,00, via Pronaf Custeio e Pronaf Investimento.

Sobre a cadeia do açaí, uma atividade já consolidada no município, a expectativa é aumentar a produtividade em 50%, em um período de dois anos. Já com relação à cadeia da pimenta-do-reino, que também tem boa rentabilidade, esse investimento servirá para a melhoria de tratos culturais que garantam todo o processo produtivo desde o plantio até a safra.

"A mandioca, que aqui se trabalha ainda na metodologia tradicional de roça, vem historicamente sofrendo diminuição na produtividade, e com esses investimentos os mandiocultores terão condições de comprar adubo, fazer a correção do solo, o plantio correto, a  colheita mais organizada e  melhorar o beneficiamento dessa produção", ressaltou Antônio Correia.

Expectativa- Em média, a produção é de 14 toneladas por hectare. Com esses recursos e o acompanhamento da Emater, a expectativa é alcançar 24 toneladas, representando um crescimento de 60% na produtividade e repercutindo no aumento da produção de farinha de qualidade, tornado possível a competitividade desse produto da agricultura familiar no mercado.

No município, a Emater emitiu 70 Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAP) em 2021, a maioria com o objetivo de acessar crédito rural, e outras visando à inclusão de produtores na comercialização para a merenda escolar.

Texto: Paula Portilho - Ascom/Emater

Por Governo do Pará (SECOM)
Garanhuns - PE Atualizado às 15h43 - Fonte: ClimaTempo
22°
Pancada de chuva

Mín. 19° Máx. 24°

Dom 25°C 19°C
Seg 24°C 18°C
Ter 25°C 18°C
Qua 25°C 19°C
Qui 24°C 18°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias