AppFIG
Anuncio 2 ALEPE
MPPE

Garanhuns: MPPE recomenda que prefeito não realize promoção pessoal em eventos patrocinados com recursos públicos

Confira na matéria

07/05/2019 20h42Atualizado há 2 meses
Por: Jonathas William J.W / Portal Garanhuns Notícias

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), através do 2º Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Garanhuns, recomendou ao prefeito Izaías Régis Neto e à secretária de Turismo e Cultura, Neile Jeane Ferreira de Barros, que determinassem aos contratados para os eventos patrocinados com recursos públicos, bem como aos locutores oficiais, que não divulguem nomes próprios, sobrenomes, símbolos e imagens; ou façam menção à família de autoridades por ocasião de eventos.

Segundo o texto da recomendação, os órgãos públicos responsáveis pelas contratações de shows e artistas devem incluir em seus contratos uma cláusula proibitiva, com imposição de sanção, caso ocorra esse tipo de divulgação. Já os artistas e contratados em geral devem se abster de indicar nominalmente os agentes políticos ou se utilizar de quaisquer termos que se equiparem a consagrar a pessoa física como referência à concretização da festa popular, sob pena de caracterizar a promoção pessoal do agente público.

Segundo o promotor de Justiça Domingos Sávio Pereira Agra, foi constatado pelo Tribunal de Contas que, na divulgação de eventos custeados com recursos públicos, alguns artistas contratados faziam referência ao gestor municipal como “idealizador, organizador ou realizador”, bem como à sua família e amigos, configurando-se situação de propaganda política e promoção pessoal. Conforme o disposto no primeiro parágrafo do artigo 37 da Constituição Federal, essas ações podem figurar o agente como autor ou beneficiário de ato de improbidade administrativa.

“É aplicável a lei de improbidade administrativa ao agente que, mesmo não sendo público, induza ou concorra para a prática do ato de improbidade administrativa ou que dele se beneficie de qualquer forma. Além disso, a publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos”, reforçou o promotor, na publicação.

Caso a recomendação não seja acolhida ou as justificativas do eventual não acolhimento não sejam aceitas pela Promotoria de Justiça do município, será proposta pelo Ministério Público ação de improbidade administrativa, em face dos autores e dos beneficiários da promoção pessoal, por violação dos princípios da impessoalidade e da moralidade administrativa (Lei 8.429/92), sem prejuízo de outras medidas legalmente cabíveis. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Garanhuns - PE
Atualizado às 11h28
20°
Chuva Máxima: 20° - Mínima: 17°
20°

Sensação

25.1 km/h

Vento

84.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anuncio ao lado de mais lidas
Banner sessão 1 Tyoflan (esportes)
Municípios
GastroMED
Últimas notícias
Crianças
Mais lidas
Anúncio