Anuncio 2 ALEPE
Caso Neymar

Advogada da acusadora de Neymar deixa o caso

Antes de Yasmin Pastore virar advogada de Najila, ela foi representada por José Edgar Bueno, que também deixou o caso.

07/06/2019 09h00
Por: Jonathas William J.W / Portal Garanhuns Notícias

Yasmin Pastore Abdalla, segunda advogada a representar a mulher que acusa Neymar deixou o caso nesta quinta-feira (06), ela informou não estar mais representando a cliente. Na quarta-feira (05), a modelo Najila Trindade Mendes de Souza, a suposta vítima de estupro, havia constituído a pedido da Dr. Yasmin Pastore, o advogado Danilo Garcia de Andrade para auxiliar no processo. Com a saída da advogada Yasmin Pastore a defesa da modelo será constituída pelo advogado Danilo Garcia.

Antes de Yasmin Pastore virar advogada da modelo Najila Trindade, ela foi representada por José Edgar Bueno, que também deixou o caso.

ENTENDA A ACUSAÇÃO

No sábado (1), foi noticiado que uma mulher fez um B.O em São Paulo contra Neymar, acusando o atacante de tê-la estuprado no dia 15 de maio, em Paris. O episódio teria ocorrido depois deles se conhecerem pelo Instagram e de o jogador pagar a viagem para ela ir até a capital francesa para encontrá-lo. O caso rapidamente virou notícia em todo o mundo.

No Boletim de Ocorrência, a vítima relatou que conheceu o jogador pelo Instagram e, após trocas de mensagens, foi convidada por Neymar para ir até Paris para um encontro. Segundo a modelo, um assessor do atacante, que a moça chamou de "Gallo", entrou em contato e passou os dados da passagem aérea e de hospedagem em Paris.

O B.O. indica que a mulher viajou em 14 de maio e, no dia seguinte, chegou à capital francesa, se hospedando no hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe. Ela contou que Neymar chegou por volta de 20 horas no hotel, aparentemente embriagado, e após conversarem e trocarem carícias, o jogador se tornou agressivo e "mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima".

A mulher deixou a França no dia 17 de maio e explicou que, por estar abalada emocionalmente, não quis registrar o B.O. em outro país e optou por fazer em São Paulo, onde vive.

Neymar pai contou que seu filho estava sendo vítima de uma extorsão e que a mulher que o acusa teria pedido dinheiro para não denuncia-lo. Houve, segundo ele, uma relação sexual com consentimento.

De acordo com a versão de Najila, ela estava em um quarto com o jogador de futebol, entre beijos e abraços, quando pediu que ele usasse preservativo. Neymar, segundo ela, achou que isso atrapalhou seu desempenho, ficou irritado e desferiu golpes. As marcas da surra estão registrados nas fotos do boletim de ocorrência, feito em São Paulo, emitido pelo médico que a atendeu, Luiz Eduardo Rossi Campedelli.

O atleta utilizou seu perfil no Instagram para se defender, divulgando uma suposta conversa com a garota. No diálogo, os dois flertam e trocam mensagens de cunho sexual. O jogador, inclusive, publicou fotos enviadas pela jovem, nua. Especialistas ouvidos pelo Estado afirmam que, ao divulgar as imagens sem o consentimento da pessoa, Neymar pode ter cometido crime.

Devido à divulgação das fotos, a delegacia de crimes virtuais intimou o atacante a depor na quinta-feira (6).

Com Informações: JC Online

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Garanhuns - PE
Atualizado às 23h19
17°
Pancada de chuva Máxima: 27° - Mínima: 17°
17°

Sensação

19.3 km/h

Vento

97.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anuncio ao lado de mais lidas
Banner sessão 1 Tyoflan (esportes)
Municípios
GastroMED
Últimas notícias
Crianças
Mais lidas
Anúncio