Anuncio 2 ALEPE
Funase

Funase supera, em sete meses, número de vagas profissionalizantes ofertadas em todo o ano 2018

Até julho, foram inseridos 2.489 socioeducandos em atividades de qualificação profissional, ante 2.207 no ano passado. Previsão é de que 2019 termine com crescimento de 60% nesses indicadores

09/09/2019 19h34
Por: Jonathas William J.W / Portal Garanhuns Notícias

Em apenas sete meses, Pernambuco inseriu mais adolescentes do sistema socioeducativo em cursos profissionalizantes do que em todo o ano passado. Até julho, já tinham sido asseguradas 2.489 vagas para esses jovens, ante 2.207 nos 12 meses de 2018. A expectativa é de que, até dezembro de 2019, o crescimento anual na oferta de oportunidades de qualificação profissional dentro e fora de unidades administradas pela Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) em todo o Estado chegue a cerca de 60%.

O aumento desse número tem sido possível graças a articulações com instituições parceiras. Na lista, estão o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), a Secretaria Estadual de Cultura (Secult), a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), os institutos federais de Pernambuco (IFPE) e do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e a Escola Dom Bosco.

“Pernambuco tem se articulado cada vez mais, por meio das equipes da Funase, para garantir a inserção desses adolescentes em cursos que os preparem para o mercado de trabalho. Essa é uma estratégia determinante para a prevenção da violência, uma vez que, quando saírem do sistema socioeducativo, esses jovens terão mais condições de pleitear espaços e se reinserir economicamente”, destaca o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco, Sileno Guedes.

Nesta semana, por exemplo, turmas do Senai terão encerramento e certificação em unidades da Funase. No Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo de Santo Agostinho, 25 alunos foram inseridos no curso de Panificação. Já no Case Caruaru, 50 socioeducandos participaram da formação como Eletricista Instalador Predial de Baixa Tensão. Na semana passada, uma turma do mesmo curso, que também teve 50 adolescentes matriculados, foi certificada no Case/Cenip Arcoverde. Até a próxima sexta-feira (6), ainda haverá início ou certificações de cursos do CIEE nas unidades da Funase em Timbaúba e em Vitória de Santo Antão.

“Os cursos e oficinas, com as articulações feitas com as instituições parceiras, têm movimentado cada vez mais a rotina dos socioeducandos. Estamos caminhando para consolidar e aumentar a oferta. Recentemente, por exemplo, foi anunciada a implantação do Parque Profissionalizante da Funase, que chegará para reforçar a estrutura que já existe nas unidades da instituição, a partir de um convênio firmado com o Ministério Público do Trabalho”, afirma a presidente da Funase, Nadja Alencar.

Para o coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da instituição, Normando de Albuquerque, os resultados já alcançados na área mostram o acerto dos caminhos trilhados. “Os indicadores da profissionalização vêm em uma crescente desde 2017. Os números indicam um trabalho que se consolida a cada ano e resultam do mútuo compromisso entre a Funase e seus parceiros visando à promoção da educação profissional para adolescentes e jovens em medidas socioeducativas. Só em 2019, foram firmados três acordos de cooperação técnica e dois aditivos de um acordo anterior, sem custos para a instituição”, avalia.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Garanhuns - PE
Atualizado às 22h02
19°
Poucas nuvens Máxima: 28° - Mínima: 16°
19°

Sensação

18.7 km/h

Vento

93%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anuncio ao lado de mais lidas
Banner sessão 1 Tyoflan (esportes)
Municípios
GastroMED
Últimas notícias
Crianças
Mais lidas
Anúncio