Anuncio 2 ALEPE
Eleições 2020

Luizinho Roldão: "Garanhuns só precisa de um prefeito"

Por Roberto Almeida

13/09/2019 03h01
Por: Jonathas William J.W / Garanhuns Notícias

Entrevistado pelo radialista Eduardo Peixoto, na Rádio Jornal Garanhuns, o pré-candidato a prefeito do município pelo PC do B, Luizinho Roldão, demonstrou segurança e equilíbrio ao falar sobre temas políticos e administrativos da cidade.

Num dos momentos mais marcantes do programa, Luizinho disse que Garanhuns só precisa de um prefeito e não de dois, como chegou a pregar um outro pré-candidato. “Comigo não tem esse negócio de dois prefeitos. Só precisa de um, que tenha autoridade, autonomia e faça uma gestão democrática, com participação da população”, frisou Roldão.

Por sinal a primeira pergunta do comunicador ao entrevistado foi sobre a sua família. Ele quis saber de onde era a família Roldão.

Luizinho esclareceu que sua família está espalhada por todo o Brasil e que na região está presente em Garanhuns, Bom Conselho, Paranatama e outras cidades. “Eu por exemplo nasci em Bom Conselho e com apenas dois anos vim morar em Garanhuns, onde estou há 35 anos”, informou.

Por diversas vezes o radialista quis saber se o representante do PC do B era candidato a prefeito pra valer, ou se mais na frente aceitaria ser vice de outro postulante à prefeitura. Roldão deixou claro que seu projeto político é disputar à sucessão municipal na cabeça da chapa e que, ao contrário de outros pré-candidatos, se recusa a colocar seu nome numa espécie de negociação para mais na frente ser companheiro de chapa da situação ou da oposição.

Eduardo, inclusive, lembrou que Luizinho fez parte da primeira gestão do prefeito Izaías Régis e perguntou se ele aceitaria compor com a atual administração. O pré-candidato confirmou ter trabalhado no Governo Municipal de 2013 a 2016, tendo saído em 2017 por decisão do gestor.

“O prefeito justificou minha saída da gerência do Bolsa Família alegando que as mulheres não me queriam mais. Até hoje não sei quem são essas mulheres. Acredito que na verdade ele não teve coragem de assumir o ônus da minha demissão”, pontuou.

Luizinho Roldão falou, durante a entrevista, que o prefeito se saiu bem no primeiro mandato, mas a seu ver no segundo se perdeu em algumas questões, tanto políticas quanto administrativas. Neste ponto, criticou que um pequeno número de empresas de fora levam milhões todo mês de Garanhuns, prejudicando a economia do município.

A seu ver as obras de pavimentação, marca do governo, são importantes, mas Garanhuns precisa ir além. Ele defendeu maiores avanços na saúde, na educação e uma maior atenção aos bairros. “A cidade tem de ser olhada no todo, de Heliópolis a Manoel Chéu, passando pelo Indiano, Magano, Boa Vista, São José, Brahma e as Cohabs”, sintetizou.

Diante do exposto, o pré-candidato afirmou que não aceitaria fazer parte de uma chapa da situação. “Aí eu teria de compactuar com uma série de irregularidades, que incluem a emissão de notas frias na realização da festa de natal e aplicação indevida de recursos do Fundeb”, justificou

Segundo ele, existe um relatório da Controladoria-Geral da União, CGU, que lista mais de 300 irregularidades praticadas pela Prefeitura de Garanhuns.

Quando Eduardo Peixoto quis saber porque Luizinho Roldão postula logo o cargo de prefeito, o pré-candidato explicou que somente no Executivo se pode atacar de frente graves problemas de Garanhuns, que não foram resolvidos por vários governos que se sucederam. “Infelizmente no município os vereadores da situação são em sua maioria submissos, enquanto os da oposição sofrem forte perseguição”, completou, defendendo mais uma vez um governo democrático e popular, que trate todas as pessoas da mesma maneira.

Justificou sua pré-candidatura também pelo apoio que tem recebido do deputado federal Renildo Calheiros, da vice-governadora Luciana Santos, da vereadora Betânia da Ação Social, a quem considerou uma guerreira e de muitos que querem a renovação em Garanhuns e serão candidatos a vereadores do seu lado.

Na sua visão, "ninguém é melhor do que ninguém". Por isso deve haver respeito ao cidadão, independente do bairro em que mora e as suas posses.

Ele disse que Garanhuns tem pessoas competentes em todas as áreas e não vê necessidade de se prestigiar tanto empresas ou gente de fora. Citou o nome do médico Alcindo Menezes, confessando ter sido seu primeiro patrão, na Unimed, a quem considera um excelente ginecologista, mas também um gestor nato. “Um homem com as qualidades que ele tem e nunca deram vez a ele para contribuir com a vida pública aqui em Garanhuns”, enfatizou.

A entrevista de Luizinho Roldão repercutiu favoravelmente, sendo elogiada por moradores da cidade, como o advogado Roland Póvoas e o ex-secretário municipal Marcel Nogueira. “Foi uma grande entrevista”, atestou Roland. “Ele demonstrou muito conhecimento e sobretudo equilíbrio”, comentou Marcel.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Garanhuns - PE
Atualizado às 08h43
23°
Poucas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 19°
23°

Sensação

22.5 km/h

Vento

47.8%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anuncio ao lado de mais lidas
Banner sessão 1 Tyoflan (esportes)
Municípios
GastroMED
Últimas notícias
Crianças
Mais lidas
Anúncio