Anuncio 2 ALEPE
Givaldo Calado

Givaldo quer passagens de coletivos mais acessíveis ao trabalhador de Garanhuns

Confira na matéria

Tempero Político por Jonathas William

Tempero Político por Jonathas WilliamA Notícia Política com o tempero certo. Sem faltar o ingrediente principal, a verdade dos fatos!

16/12/2019 14h35Atualizado há 1 mês
Por: Jonathas William J.W / Garanhuns Notícias

Em entrevista ao blog “Tempero Político”, do Portal Garanhuns Notícias, o empresário, acadêmico e homem público, Givaldo Calado de Freitas afirmou que “antes de se pensar em aumento das passagens dos coletivos em nossa cidade, se deveria pensar na adequação dessas passagens ao bolso de nossa gente.” E, indaga: “por que isso ocorre? Será porque a nossa massa operante estaria a receber um melhor aporte salarial? Ou ainda: teriam seus salários engordado na mesma medida que se pretende majorar essas passagens? Penso que não. E digo mais: de há muito que se fala dessas medidas. Como fica nossa massa trabalhadora diante dessa situação, quando ela depende desse serviço essencial ao longo de seus dias a dia? E, ainda, há de se dizer que antes dessa despesa, tantas outras ela tem que enfrentar, a despeito de seus salários que não crescem na mesma medida que crescem suas despesas com alimentação, educação, prestação ou aluguel de casa, saúde, etc. e etc.”

“Entendo o drama porque passa o empresário de nosso país, até porque sou um deles, quando é obrigado a fazer milagres ou, no mínimo, malabarismos para atender às suas múltiplas despesas, sobretudo de governo, em todas as suas esferas, mas também enxergo que no caso desse serviço, vital à nossa gente, nada melhor do que se sentar à mesa para se estudar a questão, ambos os lados, empresários e trabalhadores, todos munidos, honestamente, de  argumentos convincentes e cristalinos, portanto, irrefutáveis, à solução da questão”, argumenta, Givaldo. 

“Por outro lado, tenho sérias razões para acreditar que esse serviço essencial à nossa gente não pode ficar somente nas mãos de um grupo. Sempre me posicionei contra quaisquer vertentes de natureza monopolista e, no caso de nossa cidade, a empresa que explora esse serviço vem sendo exclusiva em Garanhuns desde o início da década de 1980, portanto, há mais de 35 anos. Naquela época, nossa cidade era bem menor. Também o número dos seus habitantes. Hoje, somos cerca de 140/145 mil habitantes, e com uma cercania sempre presente em nossa cidade em torno de 900/950 mil pessoas. E, aqui, não estou dizendo, em absoluto, que a empresa de transporte que nos serve não atende bem nossa gente, mas que seria bem melhor que outra ou outras empresas também prestassem esse mesmo serviço à Garanhuns. No fundo, defendo a concorrência, sobretudo na prestação desse serviço, e a gente que decida.”, crava Givaldo.    

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Garanhuns - PE
Atualizado às 01h24
20°
Poucas nuvens Máxima: 32° - Mínima: 18°
20°

Sensação

17.9 km/h

Vento

93.8%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anuncio ao lado de mais lidas
Banner sessão 1 Tyoflan (esportes)
Municípios
GastroMED
Últimas notícias
Crianças
Mais lidas
Anúncio