Anuncio 2 ALEPE
Casa do Campo

Produção de ovos de galinha livre de gaiolas no Agreste Meridional

Confira na matéria

24/01/2020 10h53
Por: Jonathas William J.W / Garanhuns Notícias

Na manhã da última quarta-feira (22), a Casa do Campo que é dirigida pelo médico veterinário Antônio Carlos Vieira dos Santos, conhecido como Carlos Batata, promoveu palestra no Garanhuns Palace Hotel em parceria com o Banco do Nordeste e com a empresa Gallus, produtora de equipamentos especializados para avicultura, principalmente com galinhas Free Range e para o modelo de produção Cage Free. O objetivo do encontro foi analisar e apresentar a viabilidade econômica para produção de ovos de galinhas livres de gaiolas no Agreste. Este modelo de produção caracterizase pela preservação do bem-estar e do conforto animal.

Hoje no Brasil, apenas 1% dos ovos produzidos são de galinhas livres de gaiolas. Os 99% restantes são por galinhas presas.

É importante ressaltar, que as grandes redes de supermercado como Carrefour, Pão de Açúcar, entre outros, assim como as grandes redes de fast food como McDonald's e Subway, já a partir de 2021 começará a diminuir a compra de ovos de galinhas engaioladas e a partir de 2025 só adquirirão ovos de galinhas livres de gaiola. Desta forma, esse mercado será aberto e, dada a dificuldade das grandes empresas e grandes granjas que produzem milhões de ovos por dia de mudarem em pouco tempo seu sistema de produção, obviamente os produtores pronafianos terão condição de ganhar esse mercado, sendo o criatório de ave de postura uma atividade de alta rentabilidade.

Participaram da palestra representando o Banco do Nordeste o senhor Eduardo Nascimento (gerente de negócios da agência Garanhuns), o qual possui excelente relacionamento com o homem do campo e, em especial, com o produtor pronafiano; a gerente geral do BNB de Garanhuns, Claudiana Maria, e o gerente de negócios do BNB de Bom Conselho, Fernando Freitas. Foram apresentadas e explicadas todas as linhas de crédito possíveis, principalmente às pertinentes aos recursos oriundos do PRONAF e do FNE, com taxas de juros subsidiadas pelo governo federal e bastante acessíveis aos produtores rurais.

Representando a empresa Gallus, o sócio-diretor e zootecnista, Dr. Fernando Saiz, que possui larga experiência em granjas, apresentou toda a cadeia produtiva da criação de galinhas livres de gaiola, fazendo, ainda, considerações sobre mercado, suas perspectivas, mercado futuro, possibilidades, manejos, vacinas. Com muita habilidade expôs com detalhes desde a criação até a viabilidade econômica da criação de galinhas Cage Free. A plateia foi composta principalmente por pequenos produtores de Iati, São João, Brejão, Garanhuns e produtores pronafianos de Capoeiras, além de técnicos, veterinários e zootecnistas.

Aproveitando uma vocação econômica já existente na região, principalmente na cidade de São Bento do Una e com menor intensidade em Lajedo e Lagoa do Ouro, a Casa do Campo buscou parcerias com o Banco do Nordeste e empresas especializadas do Rio Grande do Sul, principalmente a Gallus e a Zauza, no sentido de incentivar, promover e viabilizar o desenvolvimento de um novo modelo econômico que possa gerar renda no campo e dar melhor qualidade de vida àqueles que efetivamente produz.

Neste modelo, em São Bento do Una, existe a Granja Mota, de propriedade da senhora Cibele Mota, instalada como a primeira unidade integradora de produção, que conta com um Centro de Processamento de Ovos (CPO) com capacidade para 200 mil ovos/dia e com fábrica de ração com capacidade de produção para 200 mil aves/dia. Lastreados nesta granja, os produtores pronafianos podem participar de um modelo de integração onde receberão as galinhas com cento e quinze dias já em ponto de postura e a ração apropriada na sua propriedade. Os ovos serão recolhidos para o centro de produção em São Bento do Una e lá eles serão classificados, embalados e enviados para o comércio no Estado ou para qualquer outro lugar do Brasil.

Inicialmente em Capoeiras, tem-se 11 produtores interessados, assim como produtores de outras cidades da região, de modo que os ovos a serem produzidos por eles serão comercializados pela granja Mota, que possui S.I.F, não só em Pernambuco mas para qualquer estado da federação.

Este sistema de produção é chamado de Cage Free, "Livres de Gaiola" ou, mais popularmente, "Ovo de Galinha Feliz", pelo fato da ave não ser criada engaiolada e sim em galpões. Atualmente, esse modelo de produção se apresenta como um apelo não só nos grandes centros nacionais mas também no mundo inteiro. Ao preservar a questão do bemestar animal e da propagação de consciência ambiental, cada vez mais o mercado tem a procurado por este tipo de ovo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Garanhuns - PE
Atualizado às 14h44
32°
Poucas nuvens Máxima: 32° - Mínima: 21°
33°

Sensação

22.4 km/h

Vento

45.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anuncio ao lado de mais lidas
Banner sessão 1 Tyoflan (esportes)
Municípios
GastroMED
Últimas notícias
Crianças
Mais lidas
Anúncio