Sexta, 30 de Outubro de 2020 12:51
(87) 9.8130-1122
Educação IFPE / Vestibular

IFPE muda processo de ingresso de 2021 e vestibular será realizado remotamente devido à pandemia da Covid-19

Processo seletivo não ocorrerá da forma tradicional. A instituição vai adotar múltiplos modelos de ingresso, de acordo com os níveis de ensino oferecidos

16/10/2020 08h00
Por: Jonathas William J.W / Garanhuns Notícias
IFPE muda processo de ingresso de 2021 e vestibular será realizado remotamente devido à pandemia da Covid-19

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) informou, nesta quinta-feira (15), que realizará o processo de ingresso para o preenchimento de vagas do semestre 2021.1 de todos os seus campi, de forma unificada. No entanto, diante das incertezas instituídas no contexto da pandemia da Covid-19, o vestibular não ocorrerá da forma tradicional, e a instituição adotará múltiplos modelos de ingresso, de acordo com os níveis de ensino oferecidos.

Conforme o IFPE, os processos seletivos serão da seguinte forma: os cursos técnicos nas modalidades Integrado (ensino médio e técnico) e Subsequente (cursos técnicos para quem já possui ensino médio completo), terão uma seleção composta por meio de análise de desempenho escolar dos candidatos. Essa análise ocorrerá com base no histórico escolar de anos anteriores. No caso do Integrado, o processo seletivo levará em conta as notas obtidas até o oitavo ano do ensino fundamental. Já no Subsequente, serão avaliadas as notas até o segundo ano do ensino médio.

Quem visa ingressar em um dos cursos superiores oferecidos pelo IFPE, em 2021, passará por uma seleção através da análise do histórico escolar mais redação ou com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de edições anteriores. “Essa decisão leva em conta um público de potenciais estudantes que não prestou o ENEM e se prepara somente para as provas do vestibular do IFPE. A adesão a esses modelos será realizada por cada um dos 16 campi da instituição, além da Diretoria de Educação a Distância (DEaD), de acordo com percentuais estabelecidos por estudos de demandas pelos cursos dos anos anteriores nas respectivas unidades”, disse a instituição através do comunicado.

No caso dos cursos técnicos nas modalidades Integrado (Ensino Médio e técnico) e Subsequente (cursos técnicos para quem já possui Ensino Médio completo), o processo de ingresso será realizado por meio de análise de desempenho dos candidatos. Essa análise ocorrerá com base no histórico escolar de anos anteriores. No caso do Integrado, serão levadas em conta as notas obtidas até o oitavo ano do Ensino Fundamental. Já no Subsequente, serão avaliadas as notas até o segundo ano do Ensino Médio. Esse posicionamento tem por objetivo não prejudicar estudantes no último ano de seus respectivos níveis que tiveram as atividades de ensino paralisadas por conta da pandemia.

O processo de ingresso para os cursos superiores ocorrerá por meio de análise do histórico escolar mais redação ou com base na nota do Enem de edições anteriores. Essa decisão leva em conta um público de potenciais estudantes que não prestou o ENEM e se prepara somente para as provas do vestibular do IFPE. A adesão a esses modelos será realizada por cada um dos 16 campi da instituição, além da Diretoria de Educação a Distância (DEaD), de acordo com percentuais estabelecidos por estudos de demandas pelos cursos dos anos anteriores nas respectivas unidades.

O vestibular, em seu formato tradicional, mostra-se inviável ao IFPE, por seu alto custo em virtude das medidas de segurança que seriam necessárias. Ao longo dos últimos anos, a instituição já subsidia todo o processo seletivo, que oferece taxas simbólicas e isenção desses valores aos candidatos em situação de vulnerabilidade social. Cabe destacar que 60% de todas as vagas oferecidas são ocupadas por estudantes oriundos da Rede Pública de Ensino e por pessoas que têm renda familiar per capita de até um salário-mínimo e meio. Essas mesmas cotas serão aplicadas em todas as futuras seleções, com reserva de vagas para pessoas negras, pardas, com deficiência e indígenas.

Mesmo com os sucessivos cortes de orçamento realizados ao longo dos últimos anos, a taxa de inscrição permaneceu inalterada. No último vestibular, foram cerca de 26 mil candidatos que realizaram as provas em 57 prédios espalhados por todo o Estado. Para garantir a lisura e segurança da seleção, 2.455 pessoas foram escaladas para trabalhar em diferentes funções, de chefes de prédio a fiscais. Por conta da pandemia, as medidas de segurança exigiriam um número maior de profissionais e de prédios, com custos inviáveis para a instituição. Ainda assim, possibilitaria aglomerações, seja no transporte público, durante o deslocamento até o local de prova, ou na abertura dos portões, por exemplo.

Esses posicionamentos foram tomados de forma a acolher os mais diversos públicos que sonham em ingressar na nossa instituição, com todo o cuidado e segurança necessários. Todos os detalhes do próximo processo de ingresso serão anunciados até o final deste ano. Até lá, trabalharemos para garantir que essas formas de acesso sejam eficazes e justas como merecem todos os adolescentes, jovens e adultos pernambucanos que buscam na educação pública de qualidade uma oportunidade de transformação de vida.

Recife-PE, 15 de outubro de 2020

José Carlos de Sá Júnior Reitor do IFPE

Garanhuns - PE
Atualizado às 12h50 - Fonte: Climatempo
27°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 28°

27° Sensação
26.7 km/h Vento
40.7% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (31/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Domingo (01/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias