Anuncio 2 ALEPE
Alienação parental

Alienação parental: Como evitar

Confira na matéria

06/08/2019 17h48Atualizado há 3 semanas
Por: Jonathas William J.W / Portal Garanhuns Notícias

Casamentos acabam e filhos precisam aprender a viver com uma nova realidade: o rompimento dos laços que mantinham os pais juntos. No entanto, nem sempre a transição para essa nova realidade ocorre de maneira tranquila.

A alienação parental é algo que pode acontecer em qualquer família, a partir do momento que o casal se separa, e as consequências deste ato recaem totalmente em cima dos filhos.

A prática tem início quando um dos pais, ou até outros familiares que convivam com as crianças, começa a prejudicar o vínculo existente entre os filhos e o outro genitor, manipulando a criança ou adolescente, com o objetivo de atrapalhar, ou extinguir, o relacionamento entre eles.

Geralmente, ocorre dentro do lar e tudo é feito contra aquele que visita e não vive cotidianamente com o menor.

Alguns comportamentos são comuns neste tipo de situação como:

> O ato de difamar a imagem de um dos genitores; 

> Proibir o contato com a criança, seja presencialmente ou por telefone; 

> Caluniar; 

> Fazer falsas denúncias; 

> Omitir informações importantes sobre a vida do filho, como dados médicos, escolares ou alterações de endereço; 

> Utilizar chantagem emocional ou ameaça de abandono para incitar a criança a agir da maneira que o alienador deseja.

Ademais, ações sutis do cotidiano como comentários que desprezam o outro como genitor ou ser humano, movidos majoritariamente por mágoas da separação, também podem interferir na relação do pai/mãe com o(a) filho(a).

A prática de alienação parental é um fator desestabilizante e pode ocasionar consequências físicas e mentais à criança. Por conta disso, o assunto possui legislação própria, que busca proteger a criança vítima de alienação parental.

Além disso, os pais podem tomar atitudes para evitar que os filhos sofram com tal situação, como compartilharem a guarda das crianças ou realizar a Oficina de Pais e Mães Online, oferecidas pelo CNJ e recomendadas pelas Varas de Família, com o objetivo de mostrar como é a experiência da separação para os filhos e como eles podem ajudar os menores nesse momento difícil.

Além disso, os pais podem tomar atitudes para evitar que os filhos sofram com tal situação, como compartilharem a guarda das crianças ou realizar a Oficina de Pais e Mães Online, oferecidas pelo CNJ e recomendadas pelas Varas de Família, com o objetivo de mostrar como é a experiência da separação para os filhos e como eles podem ajudar os menores nesse momento difícil.

VLV Advogados - Escritório de Advocacia Valença, Lopes e Vasconcelos.

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Garanhuns - PE
Atualizado às 14h36
26°
Pancada de chuva Máxima: 27° - Mínima: 17°
27°

Sensação

25.3 km/h

Vento

53.5%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anuncio ao lado de mais lidas
Banner sessão 1 Tyoflan (esportes)
Municípios
GastroMED
Últimas notícias
Crianças
Mais lidas
Anúncio